Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Pôr do Sol e o Meio Dia.


Amor sentido ao acaso, proibido...
Forte e arrebatador.
Foi assim desde o primeiro beijo...
Desde o primeiro toque de nossos corpos,
Eu soube naquele instante, que anda mais seria como antes,
Eu havia encontrado, nos lábios de um antigo, algoz.
O amor da minha vida.
Vi naquele momento, tudo que havia escondido, sobre sua máscara.
O carinho, que não sabia ser demonstrado,
O sarcasmo que escondia a meiguice,
Vi todas as suas manobras, para proteger seu coração da dor.
Vi o garoto que se fingia de mal, para se esconder da dor.
Soube que naquele instante você estava me entregando seu mais precioso, dom.
Você estava me entregando o seu amor.
Se entregando para mim...
Até podem perguntar como eu soube naquele momento algo tão importante.
Como saber com um beijo, um toque, que ali estava sendo selado o destino da minha vida.
E eu direi, sem sombras de duvida, ou enganos.
Que no momento que você, tocou-me pela primeira vez, com desejo e amor.
Eu vi em seus olhos, um brilho jamais visto,
Senti meu coração, bater no mesmo ritmo...
Entregando todos os sonhos sonhados, por mim, a ti.
E não tive medo,
Pois eu vi em seu olhar os sonhos, não pronunciados,
E o desejo de estar para sempre ao meu lado.
Enquanto senti-me arrebatada pelo seu abraço,
Compreendi que nada mais havia a ser feito senão te amar.
E juntos enfrentamos o mundo,
Que com os olhos cobertos, por uma falsa hipocrisia.
Não conseguia enxergar o amor, que havia entre nós.
Era fácil para eles apontarem e nos mostrarem como éramos diferentes:
O dia e a noite...

Ah... Meu amado, você ficou ao meu lado,
Renegou teus iguais e por mim, enfrentou o caminho mais longo.
Por você, deixei de lado os sentimentos seguros, que eu cultivava...
Eu me arrisquei por você,
Entreguei-me, pois sabia que ali estava meu verdadeiro amor, e não havia nada a temer.
Com provações diárias, nosso amor se fortalecia,
Nas dores causadas pela incompreensão, pelas palavras rudes.
Encontramos nos antigos amigos, por quem até mesmo morreríamos o olhar de escárnio.
Nas mãos aonde achávamos encontrar o carinho e repouso.
Achamos as lâminas afiadas, do rancor, do ódio...
Ninguém via o amor que havia ali.
Mas nem por isso, nós abandonamos nosso sonho.
Se aqueles que deveriam nos amar, incondicionalmente, não nos compreendiam,
Em nossos corações fizemos, morada.
Com nossas pernas e braços construímos o nosso lar.
E ah... Meu amado você fez-me a mulher mais feliz deste mundo.
Com todos os detalhes, e pequenos carinhos, com todos os sorrisos, e afagos.
Com cada detalhe, de nossas vidas eu fui feliz,
Nós tornamos um, e como um...
Recomeçamos do zero,
Encontramos amigos, que podiam ver o que nós víamos.
O amor.
Juntos, aprendemos as lições que seriam levadas durante a vida inteira.
E mesmo se nunca formos compreendidos ou aceitos,
O único sentimento que vou levar por toda a minha vida...
E jamais me arrependerei, será o de Amar você por você ser Amada.
Com você aprendi a ser completa,
A ver que em meu coração há espaço suficiente para o maior sentimento da vida.
Nossa vida não foi e nunca será um mar de rosas, sem espinhos... Brilhando ao nascer do sol...
Eu nunca irei querer isso,
Pois com os espinhos que enfrentamos em nossas rosas,
Aproveitamos a real beleza que a em nossa vida.
A beleza de estarmos juntos.
Sempre juntos.

Afinal, não somos o dia e a noite...
Somos o meio dia, e o pôr do sol.
E ao contrario do que todos dizem...
Você não é à noite, que trás as “trevas” a minha vida...
E sim o meio dia, que com seus longos fios dourados,
Trazem o calor do sol... E o esplendor da luz a minha vida.
Mostrando que até as supostas trevas podem ser luz,
Quando encontram o amor.
E eu sei que sou o pôr do Sol, para você...
Que lhe mostrei a luz escondida dentro de você,
E mostrei a beleza de ser dia...
Tornando-me o pôr do sol para ti...
O porto seguro, que o sol encontra na lua,
O descanso que o dia vê na noite.
Orgulho-me todos os segundos da minha existência...
Ser para ti, o que você é para mim...
Não somente o fim e o começo...
Mas a essência, o meio... A vida.
E não importa a tempestade, nem as provações...
Pois se você for o navio eu serei o leme,
Se você for, os passos, eu serei a estrada para você caminhar.
E sempre estaremos juntos...
E não importa o caminho, escolhido, pois nos sabemos aonde vai dar.
No paraíso na terra.
Pois o paraíso é onde estamos juntos.
Porque aqui há o Amor.


Vivian Sales de Oliveira.
10/07/06 às 02h26min



NT: Durante uma noite, em que eu queimava de febre, sentei em frente ao computador e deixe meus mais queridos pensamentos sobre o amor fluírem. Admirei-me ao ver o resultado de meus sentimentos. Uma poesia, triste e ao mesmo tempo alegre, onde eu encontrei o alento pra minhas dores, e compreendi o significado de amar alguém, mesmo ele não sendo o que esperam para estar ao seu lado.
E pude deixar claros meus pensamentos sobre o verdadeiro amor.
Como contar uma historia de amor? Que mesmo deixando em nossos corações aquela sensação querida, e alegre consiga expressar também a dor, e o resultado da falta de compreensão que apesar dos pesares ainda existe neste mundo doloroso e triste em que vivemos. É difícil enfrentar as cobranças e todas as palavras duras e desconfiança de todos quando o seu coração não segue o pré-estabelecido para nós.
Ver o nosso amor ser apontado como errado, como sujo ou até mesmo como falso pelas pessoas que deviam nós apoiar e estarem ao nosso lado independente de nossas escolhas.
Como se nosso coração fosse manobrado pelos sentimentos vis, que existem no mundo. Somente o amor verdadeiro, puro e inebriante suporta as provações deste mundo vil.
Gostaria de deixar com esta singela oferta de meus sentimentos e pensamentos a minha opinião, sobre o amor.
Mesmo, tendo seu coração dividido entre família, amigos, nunca deixe de ouvir seu coração, nunca permita que os outros julguem seu sentimento, pois eles podem supor o que você sente, porém jamais saberão, pois somente o coração que bate no ritmo do sentimento compreende porque bate.
Nunca oculte seu amor e nem deixe de lutar por ele, mesmo se um dia você olhar para trás e descobrir que aquele sentimento vivido não era o verdadeiro amor, compreenda que durante o tempo que ele esteve em seu coração lhe trazendo as alegrias e as tristezas, que todos os sentimentos não importam se são reais ou não trazem, durante aquele tempo ele era o “seu amor”.
Ocultar um amor verdadeiro
É o caminho mais perto para tristeza
É a estrada vazia que escolhemos por medo de perder, seguir, mas nada mais traz a derrota que o medo de tentar.
Podem dizer que eu sou uma incorrigível romântica, eu sou mesmo, porém, nada mais do que amar pra compensar todas as dores que as dificuldades da vida nos trazem, marcando nossas almas e nos deixando triste, um amor, é sempre um balsamo, para uma ferida aberta.
E talvez seja um amor errado ou um amor que não deveria acontecer, que seja destinado a ser o grande amor da sua vida.
E com essa poesia tentei mostrar que tudo pode dar bem no final, tendo o caminho com espinhos, mas o seu caminho, mas mesmo, que nem tudo acabe dando certo no final, (porque às vezes não dá, não há o que fazer, porque não importa se é uma estória ou historia, às vezes aos olhos dos outros, não houve um final feliz, mas quem sabe se aquele final, não foi feliz?) de uma forma, dura pra os que vêem de fora, mas doce para aquele que viveram o final! Pois a meu ver todos que enfrentam e lutam por seu amor, viveram a vidas deles plenamente aproveitando cada segundo juntos, e escolhendo terminar a jornada juntos.
Cada historia de amor tem seu final.
Não faço apologia a entregar os pontos ao perder um grande amor, faço apologia de se amar, não importa como e não há prova maior do que viver, erguer-se, se algo não der certo, e tentar novamente, não é porque um amor não deu certo que nunca você encontrará seu verdadeiro amor, como já disseram antes o fim só chega ao final, e se você, perdeu como eu, um grande amor, saiba que você ainda está vivo, significando que o fim não chegou. E quem sabe ainda há um grande amor, lhe esperando um verdadeiro e final amor.
E no final, de tudo quando você fechar seus olhos irá perceber que tudo valeu a pena, não só os sorrisos, mas as lágrimas fizeram de você a pessoa que é.
Porque para mim, foi e sempre será o amor o sentimento que rege minha vida, acompanhada pela razão e sustentada pela inteligência.
Experimente amar.
Desejo a todos que encontrem alguém a quem possam chamar de meio dia e que você seja o pôr do sol dele.
É uma sensação que jamais será esquecida.

Vivian Drecco
Enviado por Vivian Drecco em 12/07/2006
Código do texto: T192548
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vivian Drecco
Guarujá - São Paulo - Brasil, 32 anos
46 textos (2539 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:28)
Vivian Drecco