Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRUQUES

TENTO O DESVIO,
BRINCO DE PEDRA
OUÇO O ORIFÍCIO DO TEU NARIZ
RETO E ILÍNEO NA MINHA NUCA, NA MINHA TESTA,
NAS MINHAS MÃOS...

FICO PARADO. ES-TRA-TI-FICO, PÁRO O SANGUE
E A ÍRIS SE VEDA E A ÍNDIA ME SOME
E  REVOLTEIA PRÁ LONGE DO AR.
ME FINJO DE MORTO, UM RAMO DE ROSAS,
E ME CONFUNDO, PRÁ MELHOR TE TRAIR, QUERIDA,
COM O PAPEL DA PAREDE.

NÃO ME PERCEBES, ASSIM, E SEMPRE, DESATENTA QUE ÉS...
ENCAMINHAS ENTANTO O BRAÇO ANGULADO,
SEM VÉUS NEM MANTILHAS
(A TEIMA SUCINTA DE PREGAR O PREGO
EM OLHOS VELADOS, OLHOS DE FOLHAS,
LUGAR EXATO PRÁ MOLDURA ANTIGA
DOS TEUS DEVANEIOS)
Fernando Naxcimento
Enviado por Fernando Naxcimento em 12/07/2006
Reeditado em 10/06/2014
Código do texto: T192557
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Fernando Naxcimento e o site http://fnaxbuzios.wix.com/fnaxasylum). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Naxcimento
Armação de Búzios - Rio de Janeiro - Brasil
7 textos (86 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:26)
Fernando Naxcimento