Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CÃS


No contar das horas derradeiras
Enfim, chegaste!
E me acompanhas
E me consolas
O que me ampara
E me sustenta
Porque te amo
E tu me amas
E junto a mim te aconchegaste.

Mãos unidas não sentimos
Na tez, as rugas aprofundadas,
Cabelos alvos lembrando nuvens,
A nossa quase não memória.
Trazemos olhos com lembranças
Tão longas, tão remotas
Pés fatigados que se arrastam
Carregam os sonhos de nossa história
Porque te amo
E tu me amas
E junto a mim agora estás.

Nada temes, nada temo.
Do frio inverno não fugiremos,
Da escura noite não escaparemos,
A luz que se apaga não lamentaremos
A flor que se desfolha não choraremos,
Porque te amo
E tu me amas
E junto a mim tu ficarás.
vitória Paterna
Enviado por vitória Paterna em 13/07/2006
Código do texto: T192902
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
vitória Paterna
Santo André - São Paulo - Brasil, 63 anos
133 textos (8672 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:43)
vitória Paterna