Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
ontem

quem disse que eu tenho medo de morrer?
quem disse que eu tenho medo de te perder?

infelizmente eu ludibrio a mim mesmo
caio em minhas próprias ciladas
Eu- O Rei da Inconveniência
5 minutos é o bastante para se falar comigo
de mais a mais, eu já idade suficiente pra me virar...
...mesmo que não haja muro algum pra me apoiar

fácil é me condenar e dizer em 3 ou 2 e meia palavra quem eu sou
NAO SEJA
SEJA, FALE ANDE! VÁ A LUTA! PORQUE VOCÊ QUER!
DESGRAÇA?! EVITE-A

se tudo fosse assim tão fácil
eu não teria escolhido nascer nesse mundo de hoje
do mesmo modo
não teria escolhido sair do banheiro tal hora pra cruzar com você no corredor

o mais divertido será ver o modo como a lágrima desce em minha pupila
arde e queima, e continua a queimar quando eu fecho mais vezes
afoga a minha menina em uma solução ácida e covarde
faz de mim instrumento de minha tristeza

por mais um dia eu olho para aquelas janelas
e não sei porque
sinto que aquelas luzinhas abrigam pessoas mais felizes do que eu
sinto o conforto deles
de...

canso no uso das minhas palavras
raiva eu sinto de cada coisa que eu edifiquei
medo eu tenho de tanta tormenta que virá
o natal feliz poderia ser no meio da rua de madrugada
gelada ou quente
cheirando a orelha da pessoa que você ama
vendo um ou outro passar
e quando olhar para o relógio
5 horas da manha será!

luzes piscam para mim
o teu cheiro ainda está em minha cabeça
mas a dor que eu sinto nela não foi esquecida pelo Escuro

deitei na pedra
caminhei em linhas tortas em um campo de futebol abandonado pela noite
e mais uma vez lembrei que nunca foi bom em jogos
e que com isso não agradava a muitos mesmo

a gente se cansa de esperar
mas quando vem uma nova espera, junto de esperança
a gente espera
a gente troca tudo pelo provável "nada"
e mais uma vez você se mostra corajoso o suficiente pra correr todos os riscos
mesmo que acabe se encontrando no estado em que estou agora

aquilo não pode ser um brilho!
seria ilusão desses olhos míopes
isso tudo não pode ser verdade
mas ela te garante que é
você não sente o cheiro dela do nada
mas ela te garante que sim, pode!
você não está sendo bem tratado
- era tudo uma ilusão.
mas você não quer acreditar nisso
-infelizmente não domino minha sorte

probabilidades matemáticas me farão te encontrar mais e mais vezes
te juro
quero tapar meus olhos
foi tudo muito rápido e real
mas mesmo assim
por vários meses tua Luz me impedirá de ver algo a mais...

ontem, eu renasci
ontem, eu dei risada e alívios narcotizantes de alegria
pela tristeza de hoje

e se eu disser que não quero mais falar nisso?
será que quando eu deitar em minha cama minhas visões não me apanharão?
flashes eu terei ao cair da água da ducha em minha nuca
teu beijo não se apagará.

sinceramente
queria nascer de novo
porque tá difícil
muito difícil
falar 3 palavras
e não lembrar de você...
Rônaldy Lemos
Enviado por Rônaldy Lemos em 15/07/2006
Código do texto: T194293
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rônaldy Lemos
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 34 anos
1173 textos (70498 leituras)
70 áudios (455 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:57)
Rônaldy Lemos