Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



Descrevo Amor... 


O amor que amando por si só regozija
Quem no amor ama e clama liberdade
Nas asas sonhadas lubrifica a clavija
Aura tecendo o amor na honestidade....
o que de ti vive em mim são acordes
Em cada nota dedilhada nos fiordes
Porém assim como à canções que odeio
Em fel seus beijos desamor que mordes...
Provando amor que fado permeio
Fenece em mim o que de amor não ama
Em toda ventura sigo amando e floreio
Choro meu pranto que ri sem rodeio
Tudo de ti que machuca, sangra e inflama
Morrendo ao vento que do amor reclama
Odes alhadas na lua cheia, ao amor engana,
Gozos sentidos não é amor! O corpo clama...
Se pecado é fazer do amor o que a tez sacia
Por todo o universo sigo amando a sordícia!
Profanando a oração do sussurrar que andeja
Amando amante que do amor enseja...
Descrevo amor, e que a poesia o estere
Auxiliando o acúleo que ao amor fere
anseio em versos o que o amor repele
amor angustia,descompassa a quem revele... 

“a Poetisa dos Ventos”
Deth Haak
12/7/2006
Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 16/07/2006
Reeditado em 16/07/2006
Código do texto: T195325
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65340 leituras)
50 áudios (9714 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:34)
Deth Haak