Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando, Toda Vez...


Quando não tiveres com quem contar
para contar tuas tristezas,
conta comigo...
Por isto estou contigo:
Para guardar tuas palavras.

Quando acordares, no meio da noite,
sem conter as lágrimas
de saudade e solidão,
lembra-te que eu existo em ti...
E que, depois que entrei em tua vida,
nunca mais serás sozinha.

Quando alguém te magoar
com atitudes ou palavras,
não te deixes ficar triste. Ignora...
Lembra-te dos meus olhos nos teus olhos...
Sente minha mão na tua face...
Busca os beijos que deixei
segredados sobre a rosa...

Toda vez que a insensatez
perturbar a tua paz
ou um grito apunhalar
teu silêncio indefeso,
não te deixes perturbar...
Fecha os olhos e escuta:
Eu declamo para ti!

Toda vez que a saudade
te mentir a minha ausência...
Saberás me encontrar
no mais íntimo de ti.
Pensa, apenas, que entre nós
não há tempo nem distância
porque sempre estaremos
um no outro, inseparáveis.

Toda vez que esse alguém,
que te fere e despreza,
macular o teu sossego
com qualquer ingratidão:
Olha bem nos olhos dele,
olha bem nos olhos dele,
e, sem gesto nem palavra,
deixa o grito do meu nome
me chamar no teu silêncio!
Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 16/07/2006
Código do texto: T195495

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (83355 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:47)
Vaine Darde