Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



A força do amor

Não importa o que dizem
Nem o que fazem
És meu
Eu sou tua
Isso ninguém muda
Tentam...
Mas é em vão
O que o amor une ninguém separa
Tu sabes de mim
Eu sei de ti
Somos cumplices
Amados e amantes
Apaixonados, loucamente apaixonados
Minha alma é tua
Tua alma é minha
Meu corpo é teu
Teu corpo é meu
Somos dois loucos alucinados, perdidos de amor
Em nosso leito nos amamos
Com a fúria do pecado
Com a docilidade do amor de duas almas que se querem
Fora dele nos amamos mais ainda
A cada gesto, a cada palavra, nos amamos
Contamos em versos e prosas o nosso amor
Amor puro, verdadeiro, eterno
Está escrito nas estrelas
O que o amor une ninguém separa
Nada nos abala
Nada!
Mariposas desvairadas voam em torno de nossa luz
E caem mortas ao chão
Nós cada vez mais unidos
Nos amando mais e mais
Seguimos juntos nossa caminhada
Unidos pela força que está em nós
A força do amor de nossas almas!


ÐäMå Ðë ÑëG®ö

Apenas uma mulher que já riu, amou, se entregou e chorou.
Escrevo o que sinto, como sinto quando sinto.
Longe, muito longe de ser uma poetisa sou apenas alguém que sente!


Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 17/07/2006
Reeditado em 18/05/2012
Código do texto: T195896

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146139 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:37)
Dama De Negro