Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Simplesmente Amor

Simples e tão somente amor!
Amor com as mãos, amor com os pés, amor com dedos, braços, pernas, barriga, pele e abraços...Enfim com tudo que se possa imaginar.
Amor de corpo inteiro.
Um amor que transcende, que transpira, que transborda.
Um amor que surpreende, sem nada significar, sem nada explicar, sem nada compreender.
Simplesmente ser... preencher, existir!
Amor que não vê, que não ouve, que não questiona.
Amor em silêncio.
Um silêncio que aquieta o coração, que acaricia a alma, que alivia as dores!
Amor que esvazia, que abre espaço, que permite.
Amor sem regras, sem cobranças, sem chantagens.
Amor que faz crescer.
Amor de gente grande, de coração gigante, de sorriso aberto.
Amor que permanece.
Amor meu para mim e de mim para você.
Amor que invade respeitando, que adentra acariciando, que ocupa com leveza.
Amor com ou sem seqüência, sugestões... Mas sem egoismo.
Que aceita, que perdoa, que reconhece...
Amor que desconhece para conhecer, que nunca lembra porque não esquece!
Amor que é... assim, sem mais nem menos, sem eira nem beira, sem que nem porque...
Simplesmente simples, despretensioso, descomprometido, desmedido.
De uma simplicidade tão óbvia que arrasta, que envolve, que derrete.
De uma fluidez tão líquida, que escorre, que desliza, que não cristaliza...
Amor que não se pede, que não se dá, que já está!
Para nunca ter de procurar, para nunca correr o risco de encontrar, simplesmente porque já está!!!
E o que quer que ainda possa surgir... não ligue! Volta pra mim, não se vá!
Fique, permaneça, exista, permita-se, entregue-se!
Simplesmente ame sem medo das consequências.
Paulo Moura
Enviado por Paulo Moura em 18/07/2006
Código do texto: T196706

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite Paulo Moura - prdemoura@gmail.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Moura
Canguçu - Rio Grande do Sul - Brasil, 55 anos
26 textos (2558 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:06)
Paulo Moura