Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Seminua:



Ela ali seminua
Deitada em minha cama
Era tudo que eu não esperava
Mas enfim, ali estava aquela mulher.
Espreguiçando-se languidamente
Como uma gata manhosa no cio
O perigo me rondava, eu sabia.
Que a qualquer momento estaria
Preso nas garras daquela gata
Eu queria, pôr isso não fugi
Quando ela moveu seus braços
E buscou meu corpo, não a impedi.
Suas unhas deslizaram suavemente
Riscando minha pele, incentivando-me
A cometer as mais variadas loucuras
Entre os braços daquela mulher
Que calmamente soltava meu cinto
Retirou minha camisa em silencio
Seus lábios buscaram os meus
Avidamente num longo beijo
Sua língua num gesto provocante
Queria penetrar em meus lábios
Buscando pôr novas emoções
Eu ali sem reagir fui cedendo
Para satisfazer seu louco desejo
Minhas mãos já percorriam seu corpo
Retirando o que ainda restava de roupa
E possui-la, do jeito que ela queria!

vovonei

Balneário dos Prazeres
23/06/06





Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 19/07/2006
Código do texto: T196989
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147479 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:30)
Volnei Rijo Braga