Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Você

A VOCÊ


05/05/1978.


Existiram vezes.
Vezes em que eu precisei de alguém, e você se recusou a ficar do meu lado.
Existiram vezes em que senti falta de consolo, e você me desprezou.
Vezes em que desejei ardentemente um corpo que me completasse, e você se recusou a oferecê-lo.
Existiram vezes em que chorei, e ao procurar um ombro amigo, você se afastou de mim.
Necessitei duma palavra de amor, e você me deu uma de ódio.
Solucei ao ver-me cair no lodo, sem que você me amparasse, e ainda ria.
Suspirei ao entender que você nada, absolutamente, queria ou podia dar-me.
De fato, sofri demais, porque te amei.
Será demais pedir humanidade?
Será demais pedir misericórdia?
Infelizmente me foi, tão severo como as palavras que declarei.
E agora, o tempo passou.
Minhas chagas cicatrizaram,
e os pedaços de minha alma conseguiram sobreviver.
E agora que deixei o leito, para recomeçar a dar meus primeiros passos, encontro você.
Você, sombra do meu infinito.
Sombra de minhas mágoas, dos meus desejos, de meu amor, da minha vida.
Você, com tudo o que é seu, e que eu tanto aprecio.
Sim, admiro-te e te respeito. Acima de tudo, te perdôo.
E te aceito. Pois você faz parte de mim,
Você sou eu, com todos os meus defeitos, minha podridão,
e minhas qualidades, ou meu perfume de jardim.
Hoje, que estamos em condições semi-iguais,
ofereço-te meu mais ardente jasmim, minha mais delicada e mimosa rosa, minha mais caprichada violeta, em pagamento a você.
Pois você foi a minha história de vida, a minha seqüência de escrita,
você fui eu.
E eu te recebo com o melhor buquê do que sou:
Eis-me, com meus erros e meu amor.
Hoje tenho a certeza de que vais me aceitar.
Edilene Barroso
Enviado por Edilene Barroso em 19/07/2006
Código do texto: T197065

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Edilene Barroso
Campinas - São Paulo - Brasil, 53 anos
192 textos (21460 leituras)
12 áudios (4784 audições)
5 e-livros (337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:47)
Edilene Barroso