Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AUSÊNCIA

Onde estavas quando eu escalava a mais alta montanha
Para saber-lhe as entranhas, lavas vulcânicas,
Quem fora, quem fui,
Saber-te o passado,
Saber-te agregado
Ao meu coração
De soluços
E sonhos?

Onde andavas quando navegava os mais estranhos mares,
Lançava-me aos ares, sereno, seguro,
Pesado, impuro,
Sabias-te longe,
Quiçá quase onde
Busquei encontrar
Teu amor,
Teu amar?

Onde ousavas quando eu te esperava em veludo e verão,
Punha-me a versos, singelos, complexos,
Erguia o martelo e cozia madeiras,
Portais de cipó, estranhas esteiras,
Lírico e lúcido,
Límpido, úmido,
Lâmina, túrgido,
Feliz coração?

Ah...nem diga, nem fale,
Nem conte, nem cale,
Nem quero que exale,
Amar ora basta-me,
Ou não.



Preto Moreno





Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 19/07/2006
Código do texto: T197327

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6768 textos (102472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:36)