Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OGIVAS AO VENTO...

Descobri triste vitória
E vi a terra lamentar
Guardava em profunda memória
Filhos da Guerra a chorar

Dos casebres, palafitas
Da vida incerta, ou não
Clarões que rasgam as noites
Crianças mortas ao chão

Tu me vistes...Algo distante
Nas linhas de coalisão
Ranhuras, papeis e lembranças
Fotos talvez...Por tua mão

E as lágrimas livres ao vento
Fizeram-me a Deus implorar
Congelar tão frágil momento
Na gravura de um simples olhar
O Guardião
Enviado por O Guardião em 19/07/2006
Reeditado em 04/12/2007
Código do texto: T197362
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Guardião
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
364 textos (34444 leituras)
13 áudios (2409 audições)
2 e-livros (1988 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 06:58)
O Guardião