Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Assim



 

E quando a energia que você sentia se esvai

Deixando somente a solidão?

Se parece com quando você vai embora

E não dá nem ao menos um tchau

Singularidades físicas e emocionais do amor...

 

Que nem sempre se traduz em dor

Que não precisa de ardor pra se sentir

Que acontece claro às escuras

Que insiste em brincar de sério

 

Difícil é viciar no teu cheiro e não mais te querer

Padecer no teu colo macio e não mais te querer

Sentir tua boca como que uma garoa fina,

Daquelas que tocam gostoso a pele, e não mais te querer...

Não poder te ter mais para todo o sempre

 

Como num acordar de um sonho bom

Como aquela brisa suave numa noite de verão

É com essa brevidade que não te sinto mais

Comigo, assim, pertencendo a nós.

Chico Piancó Neto
Enviado por Chico Piancó Neto em 19/07/2006
Código do texto: T197577

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chico Piancó Neto
Fortaleza - Ceará - Brasil, 38 anos
91 textos (4422 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:27)
Chico Piancó Neto