Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CACOFONIA

A alma minha sorrí plena ,
ao cantar na porta dela
Embalo o sono de diva ,
Nunca ví , outra assim como ela.

Como o mar , bebo sua brisa !
 farfalhando em seus lábios,dum jeito...
O meu peito é chama  por seu amor,
Amá-la , cabe aquí no meu peito !

E por cada estrela no céu
Que daqui se avista a brilhar ,
Jurarei -lhe  fidelidade ,
Mesmo que eu ,  Cacofatar !

E amanhã,mesmo que o homen diga
Que o amor ficou fora de lugar ,
Jurarei-lhe eterno amor ,
Mesmo que eu Cacofatar



SBC-SP.
21/07/2005 (por J.A.Lopes .)
José Alberto Lopes
Enviado por José Alberto Lopes em 20/07/2006
Código do texto: T197964
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Alberto Lopes
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil
594 textos (36557 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:50)
José Alberto Lopes