Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0758 - Que nunca mais se acabe




Existe um céu neste corpo, um mundo que quero,
o olhar deste amor que espero, que não seja amanhã,
preciso do toque na pele como a paixão que me invade,
quero a noite só para amar você.


Faz do nosso caso uma lenda,
que jamais o dia acabe, te amo muito além que imagina,
volto os olhos pra cada lua que tem seu retrato,
cada coração seu amor, peço que me deixe ficar.


Mesmo que um dia leva embora o coração,
abra a porta e vai ver que seu amor ficou aqui,
nem assim o amor passa de nós,
é como ir e deixar sua vida pra mim.

 
Talvez o mar acabe com o sal das águas,
as ondas nunca mais venham banhar a praia,
mas nunca vai acabar o que vamos receber deste amor,
que pode ir muito mais além que nossos sonhos.

 
Existe um corpo neste seu céu de paixão
venho procurando seu amor pelos caminhos,
a vida deixou eu seguir até este encontro,
é como se a lua me levasse pela mão.

 
Não vamos mais falar de outros tempos,
não existe noite ou dia, nem a lua que desceu do nosso céu,
o sol apagou, antes de entrar, trouxe pra você o amor,
e que tudo nunca mais se acabe.


20/07/2006

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 20/07/2006
Código do texto: T198138
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116251 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:41)
Caio Lucas