Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Terra da Solidão

Sinto-me hoje desgarrada em busca talvez de um nada
Algo que faça fugir a solidão
Talvez uma torrente que me abrace
E surja de encontro a minha imensidão .

Se pelos mares que navego
Pelas arestas que espreito
Vejo somente ao largo o teu coração
E fujo das lembranças que afligem minha alma, caindo de volta na solidão ....


Amplexo do meu ser se desatina
Mergulha em mim fazendo sobressair a menina
Oculta na escuridão vencendo assim a rotina
De mulher superior e forte, mas sem rumo ou norte!

Abraça-me forte!
Guia-me pelos caminhos que perdi
O olhar se desvaneceu, se perdeu
A luz se apagou no fundo do abismo .

Deixa-me embalar memórias
Acalentar sonhos de outrora
Da terra do nunca achada
E pelas estradas da vida desviada ...

Terra da Solidão!

Wanda Ayala
Enviado por Wanda Ayala em 20/07/2006
Reeditado em 20/07/2006
Código do texto: T198139

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Wanda Ayala-www.recantodasletras,.uol.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Wanda Ayala
Portugal
425 textos (36703 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:16)
Wanda Ayala