Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOCE MARTÍRIO

                Que doce martírio
           Ter você, e ao mesmo tempo não ter
          Quem ler este poema não vai entender
          Pois só quem o viveu sabe o porquê.

           Que doce martírio tocar seu corpo
             Sentir o êxtase a se aumentar
            Nossos corpos, adrenalina pura
             Vontade louca de se entregar.

                Que doce martírio
               É esta magia do amor
             Que mesmo só com carinhos
              Sentimos este gostoso calor.

                Que doce martírio
                É sentir calafrios
             Que não se podem conter
             Mas precisamos nos deter.

               Mas é um doce martírio
              Que sempre queremos ter
           Até que um dia este doce martírio
              Seja só doce, seja só de prazer.



Poema inspirado numa situação real, elaborado há + ou - um ano.

Direitos autorais reservados ao autor.              
Tonydicapri
Enviado por Tonydicapri em 20/07/2006
Código do texto: T198437

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Tonydicapri
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
200 textos (57534 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:37)
Tonydicapri