Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não desligue:



Alo... me perdoa.
O adiantado da hora
Sei que não devia ligar
Mas me sinto tão sozinho
E preciso falar com alguém
Não desligue, me deixe falar.
Por favor, me de esta chance.
De lhe dizer o quanto te amo.
Pois só no telefone conseguirei
Dizer-te o que jamais te disse
Mas se não quiser me ouvir
Paciência, o que vou fazer
Pois cabe a você decidir.
Se deves me ouvir ou não.
Agora vou desligar e esperar
Que você ligue me dizendo sim
E, que me aceita em sua vida.
Como seu homem, seu amante.
O homem que manda flores
E lhe diz, eu amo você.

vovonei

Balneário dos Prazeres
           23/06/06





Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 22/07/2006
Código do texto: T199172
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147462 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 11:00)
Volnei Rijo Braga