Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MELANCOLIA

O amor amargou...
O que era doce
transformou-se em fel.
Ausências salgaram
os beijos de mel.

Utopia cruel...
Os sonhos dantes dourados,
ora repudiados,
ao chão frio quedaram.

A solidão abriga
a alma impregnada de dor.

Semeei sentimentos e vi o tempo
esgotando o encanto,
o canto convertido em pranto
e a felicidade transmutando-se
em saudade.

Agora sou pedaços...
Retalhos e cortes,
recortes de uma quimera
que não vingou.

Momentos fragmentados
de um ontem
onde tudo era inteiro,
mas que partiu bem ligeiro.

No adeus às ilusões
brotou desamor
e só restou
um coração enlutado,
peito batendo descompassado,
nesta incurável agonia
chamada MELANCOLIA.

2006
Anna Peralva
Enviado por Anna Peralva em 22/07/2006
Reeditado em 03/12/2009
Código do texto: T199619
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Peralva
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil
1582 textos (60698 leituras)
3 e-livros (572 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:46)
Anna Peralva