Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CÂNTIGOS DELIRANTES

CÂNTIGOS DELIRANTES


Enquanto durmo,
O meu sonho desperta a saudade.
Saudade...
Que se veste de ilusões.

Enquanto durmo,
Os anjos devolvem-me os teus abraços.
Abraços...
Com o sabor de jardins floridos de silêncio.

Enquanto durmo,
Soltam-se cântigos delirantes
do cristal
dos teus...beijos.

E, no segredo de te amar,
uma rosa acompanha-me
enquanto...durmo.


Amália Lopes



amaliapoemass
Enviado por amaliapoemass em 23/07/2006
Código do texto: T200355

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
amaliapoemass
Portugal
91 textos (4004 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:24)
amaliapoemass