Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chove


chove
no meu
coração
sangrando
está
no meu peito
fios
de espuma
nós de caruma
espalhados
pelo
chão

olho
em frente
só vejo
escuridão
caída
por terra
estico
a mão
nada
encontro
permaneço
imóvel
triste

a chuva cai
molha-me
o rosto
confundo
lágrimas
água
ranho
e não sei
que mais
alma
destroçada
aniquilada
tropeçando
e caindo
neste mar
afogo
as mágoas
tento
libertar-me

sujo-me
na lama
alucinada
entro
em excessos
inconstantes
destruidores
não controlo
o sofrimento
desconheço
limitações
não entro
em discordias
e escondo-me

escondo-me
do sol
e da lua
escondo-me
dessa voz
sonante
caminho
sem nada ver
procuro em vão
ser tua.


Fera Ferida
Enviado por Fera Ferida em 24/07/2006
Código do texto: T200560
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fera Ferida
Portugal, 41 anos
59 textos (1660 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 06:56)
Fera Ferida