Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

* Coração encarcerado *

Privado da liberdade
Estou refém de um amor
saudades do que já foi
e do que ainda não passou

Coração que ainda pulsa despedaçado
Sinto sua  falta,lembro cada segundo
sonho angustiado, idealizo cada minuto
queria eternamente viver ao seu lado

Incompatibilidades não compreendidas
detalhes, simples na razão da descoberta
de que quem ama ânsia por se revelar
quando não se pode simplesmente compreender

Amar é a partilha do desconhecido
do que se revelou e se oculta
do quem se ausenta ou se espera
ou até mesmo do que não se venera

A essência nos fez amor
dela retirei nossa existência
somos escravos de uma carência
talvez sonhadores de uma ilusão

Amor só com amor se explica
seu mistério nunca se comunica
só se descobre quem se aplica
quero um atalho para o seu coração.




 
Luis Andarilho
Enviado por Luis Andarilho em 25/07/2006
Reeditado em 26/07/2006
Código do texto: T201246

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Luis Andarilho). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luis Andarilho
Portugal, 44 anos
153 textos (7993 leituras)
1 áudios (107 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 17:08)
Luis Andarilho