Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Entendimento Mútuo




15/11/1978.





Diga-me o que aconteceu,
Por que se deu,
Por que foste tão meu.
Então eu te direi o que fiz,
Porque consenti,
Mas a verdade é que não menti.
Sei que não conseguirá,
Talvez nem eu saberei,
Pôr nessa cantiga meus sentimentos,
Razões e grilos.
Se conseguirmos botar pra fora
Os nossos exatos sentimentos,
Ficarei traumatizada,
Por perceber que o ser humano
Está se tornando um computador eletrônico.
Não sei se estou feliz,
Grilada, apática ou como.
Nem sei porque escrevo tudo isso...
O humano é besta, mas prefiro ser besta
a ser computador.
Bicho besta! Mas tem-se que entrar
Numa boa própria, pra poder tá numa boa total!!!
É um barato ser bicho-man!
Mas uma coisa eu digo,
Coisa fofa, besta, ninguenzinho meu:
Curti pra caramba!
E eu tô curtindo mais ainda essa de ser um ser.
Junto com você, pode crer, eu fui um ser.
Só tenho a te agradecer.
(Ou temer, ou ignorar, ou grilar?)


Edilene Barroso
Enviado por Edilene Barroso em 25/07/2006
Código do texto: T201278

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Edilene Barroso
Campinas - São Paulo - Brasil, 53 anos
192 textos (21460 leituras)
12 áudios (4784 audições)
5 e-livros (337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 03:57)
Edilene Barroso