Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tanto

Te amo tanto, meu amor, mas tanto
Que por tanto do meu amor te dar
Não sobra em mim mais amor
Nem sobra em ti o que amar

Te amo, meu amor, com todas as letras
ainda que obsoletas para expressar
o que sinto, o que ouço e o que vejo
o que desejo ou fico a desejar

Te amo e amar-te, amor, não é pecado
seja na cama, na mesa... te quero sim
na pureza de um lençol de prazer manchado
porque amor, meu amor, se faz assim

E te amo, meu amor, a cada instante
E ainda que distante é um amor sem fim
E são para ti, meu amor, estas vãs letras
Pois ainda que obsoletas, são pedaços de mim
TrabisDeMentia
Enviado por TrabisDeMentia em 26/07/2006
Código do texto: T202514
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
TrabisDeMentia
Portugal, 39 anos
54 textos (2526 leituras)
3 áudios (469 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:56)
TrabisDeMentia