Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Máscara Negra

Quem sois vós, homem sem face, que te ocultas
Sob uma máscara negra e nem a teus olhos percebo?
Quem sois vós, que te ocultas nas sombras da noite escura,
Montado em tão belo corcel negro?

Quem sois vós, homem valente, que sabeis usar a espada,
E lutas tal e qual a um fidalgo,
Mas, permites que todos o julguem,
Digno que apodreceres no catre?

Ah, mascarado! Talvez sejais mais real,
Do que qualquer um de nós,
Pois assumes a tua máscara, e a usa diante de nós,
Enquanto vivemos ocultos,
Sob máscaras invisíveis de hipocrisia e maldade,
E não encontramos coragem
De nos olharmos face a face...

Ah, cavaleiro mascarado!
Tua máscara é mais bela do que as que usamos nós!
Pois mostra a tua verdade,
Enquanto escondemos as nossas.
Sob falsas aparências, forjamos negra beleza,
Só a tua é verdadeira, digna da realeza.

Pois a verdade não dita cala fundo em todos nós,
E tu, mascarado valente, sabes calar a mentira,
Sem nada mesmo dizer...
Basta que mostres a todos,
Quão falsos podemos ser...

(06/09/2002)
Akasha De Lioncourt
Enviado por Akasha De Lioncourt em 27/07/2006
Reeditado em 09/08/2006
Código do texto: T203518
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Akasha De Lioncourt
São Paulo - São Paulo - Brasil, 45 anos
706 textos (1035357 leituras)
72 áudios (109738 audições)
30 e-livros (56853 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 15:01)
Akasha De Lioncourt

Site do Escritor