Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARNASO

Preste atenção como as palavras nascem
Palavras que inventei para você
Não haverá mais doces paladares
Depois de degustar um beijo seu

Definitivamente é impossível
Haver mais perfeição na criação
Seu corpo concebeu meu paraíso
A árvore, a mulher, o leviatã

Nem todos os tesouros do Egito
Reluzem tanto quanto o seu olhar
Nos poros do seu ventre eu reflito:
Um dia vou sentir você me amar

Os versos do Parnaso são hilários
Diante da beleza do seu ser
As pedras do caminho então se calam
E as rosas têm ciúme de você

A flor de lótus guarda o meu destino
Não temo o que possa acontecer
Seus pêlos são brinquedos de menino
Enquanto é bom sonhar quero você

Nem todos os tesouros do Egito
Reluzem tanto quanto o seu olhar
Nos poros do seu ventre eu reflito:
Um dia vou sentir você me amar
Caco Nemer
Enviado por Caco Nemer em 28/05/2005
Código do texto: T20407
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caco Nemer
São Paulo - São Paulo - Brasil, 48 anos
69 textos (5020 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:29)