Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu amo o jeito que me amas

Vê amor, que tem mais primaveras que eu
Vê amor, quem te ensinou a destronar as outras rosas?
Vê meu amor como consegues tentar-me tanto anjo
Vê meu amor, das rosas todas tu és a beleza do arranjo

Vê anjo como eu gostaria de te chamar de "meu amor"
Vê amor que hei de chamar-te de "meu anjo"
pra você acostumar-se antes da hora
Pra que de senhorita te chame logo de senhora!

Por quê sempre chove quando penso num outro lugar?
Por quê sempre chove quando conto o tempo pelas estações?
Por quê sempre chove quando sou locomotiva de sonhos
A mover o pessimismo dos teus vagões?

Oh meu amor, eu amo o jeito que me amas
Sei que... Não sei muito, mas
Pelo menos um pouco, gostas de mim

oh! meu amor, mesmo que eu lhe peça um dia, não mude
Gosto da tua boca sempre rápida, com palavras e mais palavras
Eu posso quebrar as rimas do poema só pra te falar?
Então... Ouça meu amor: Eu Amo A Sua Timidez!
Andrié Silva
Enviado por Andrié Silva em 29/07/2006
Código do texto: T204876

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andrié Keller ( baadermeinhofblues@hotmail.com ) Brasil - http://www.recantodasletras.com.br/autores/andrie). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andrié Silva
Salvador - Bahia - Brasil, 27 anos
912 textos (98433 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:04)
Andrié Silva