Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amanhã

Hoje, quero beber o orvalho da tu'aurora
e de cuidados inquietos despir tu'alma.

Hoje, quero me acalentar no caos tumultuoso dos teus lábios
E nas carícias do teu choro namorado desfalecer sobre teus seios.

Hoje, nos travessos amores que rebuscam devaneios
quero ouvir teu murmúrio aos segredos dos poetas.

Hoje, quero te ver fugir num sobressalto qual gazela esguia,
arisca, me olhar com grandes olhos que passeiam nas florestas.

Hoje, teu pescoço e colo quero cingir numa alquimia,
como colares de rubis preciosos a realçar teu carmim;

Hoje, te deixarei assim, nessa pintura viva,
pra quando amanhã eu acordar deste
meu sonho, teu sorriso ser pra mim.  
Chaplin
Enviado por Chaplin em 29/07/2006
Código do texto: T204903
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chaplin
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 71 anos
420 textos (28741 leituras)
1 áudios (130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:53)
Chaplin