Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEREMIMOS


Sereno é o contraste , entre o azul e a terra ,
ou silhueta urbana dos prédios ao entardecer,
é o sussurrar do vento pelos grotões da serra,
é a lua é o sol , no mesmo amanhecer !

Sereno é o salgueiro reverenciando a fria,aragem.
É um lago sem a brisa , traduzindo o céu e a lua !
Serenos são os teus olhos,mimos de uma miragem,
mimos também teus passos,quando trilhas a minha rua !

Serenos também são os mimos,os mimos do teu sorriso .
São marfins ocultos , por teus lábios carmesim ,
são rosas brancas e vermelhas,do mais remoto paraíso.
Quem dera eu um beija-flor,nos seremimos desse jardim !


SBC-SP.
27/07/2004
José Alberto Lopes
Enviado por José Alberto Lopes em 31/07/2006
Código do texto: T206102
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Alberto Lopes
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil
594 textos (36554 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:39)
José Alberto Lopes