Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Percursos Infinitos de Nós

Vim, queimar os dias
Em que não tocas a minha face
Na tentaiva de esquecer cada sorriso
Que costumava ter e partilhar

Vim, olhar o céu e ver reflectido o vermelho dos olhos
Para perceber que através do sangue
Existe o céu da minha praia
As ondas que se desfazem obliquamente no areal
Os rochedos que não se desgastam

Vim, sentir o cheiro da Vida
Despertar para a imensidão do horizonte
Recordar o que aí vivi
Para entre as lágrimas sorrir
Jamais esquecendo de onde vim
O que sou,m o que quero, o que tenho

Vim, objectivamente sonhar
Fechar os olhos e deixar-me levar
Ao sabor do vento
Consoante o ritmo das ondas
Sentindo a areia ferver
Querendo as nuvens alcançar

Vim, prceber que as nuvens ainda aí estão
Mas que aqui o céu será sempre azul
A maré vai subindo
E lentamente vai chegando ao forte
As suas pedras vão cedendo
A sua estrutura fisica abana combalida
É preciso restaurar o equilibrio

Vim, ver a chaminé da Amizade fumegar
Enviando sinais de fumo
Que só no passado conseguem buscar
Razão para existirem
Desejuando transformar o Hoje em Ontem
Para assim finalmente te encontrar

Vim, procurar no porão da memória
Fotografias das escadas que desci
Dos trilhos que segui para te encontrar
De tudo o que escrevi para te mostrar
O que são os sentimentos
Como eles existem se justificam
Independentemente da sua Natureza
Sem ter em conta o seu significado
Apostando apenas na sua veracidade

Vim, consolar a minha saudade
Preencher os meus espaços vazios
Com a água para recuperar a força
Com os raios de sol para secar as minha slágrimas
Com os grãos de areia para me aquecer
Com a brisa para levar para bem longe a tristeza

Vim, cheirar os odores que me são familiares
Voltar a ser criança e brincar
Construir castelos que a vida não faz ruir
Acreditar que o impossível é real
E que o real é tudo o que eu quiser
Desde que na vida nunca desista de lutar e de Viver

Vim...Encontrar-nos
Sonya
Enviado por Sonya em 01/08/2006
Reeditado em 04/08/2006
Código do texto: T206855
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonya
Portugal, 34 anos
170 textos (17297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 23:59)
Sonya