Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEGRÊDOS DO QUARTO

Nos segrêdos do quarto
Existem histórias tão lindas
Que não se pode contar
Pois nem as janelas
Com brilho da luz
Não podem falar.

Nos segrêdos do quarto
É o canto do amar
Que se pode confiar
Nos lençois em segrêdo
Amassados de mêdo
Nem respiram o ar.

Nos segrêdos do quarto
Não existem estranhos
É travesseiros medonhos
Que se juntam em ternura
Testemunhando loucuras
No embalo de sonhos.

Nos segrêdos do quarto
De paredes fechadas
E vidraças caladas
Que guardam lembranças
Luz de esperanças
De horas marcadas.

Nos segrêdos do quarto
Tem mil sentimentos
Tantos encantamentos
De lindos desejos
Com toques de beijos
Em ritúais de lámento.

Nos segrêdos do quarto
O prazer é vibrante
De fôgo constante
Na chama do Amor
Que trocam o suor
Dois corpos ardentes.



UM 'BAITA' (grande) ABRAÇO FLÔR DE ESPECIAL E VOLTAREMOS......VIVA O AMOR!!!!!!


EDEGAR SOARES
Edegar SOARES
Enviado por Edegar SOARES em 01/08/2006
Código do texto: T207130

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edegar SOARES
Balneário Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 58 anos
152 textos (22139 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 16:03)
Edegar SOARES