Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
era só um bilhete

no final da noite eu já tinha mesmo te prometido enviar algo
eram singelas palavras
mas eu sabia já que você não iria dar a mínima pra elas

eu não paro de sonhar com você
mesmo te adorando como mera moldura
a enfeitar meus caminhos que aprecio com o canto dos olhos

não pense que você é a mais poderosa das rainhas
porque minha força é ainda mais descomunal
e talvez você precise mais de um milhão de anos pra me entender
compreender a si mesma e essa sua carroça de orgulho
entender cada ato insano teu
e como você pode tropeçar mais que uma criança tola

não tenho culpa de você ser quem é
de não ter coragem de assumir que ainda há um resto de mim em você
e que resto!
o resto que te desvia de mim com força extrema
o resto que te faz me caluniar pelas costas
o resto que sobrou de você mesmo

tente outra vez me amar
tente outra vez me ter
mas não pela minha felicidade
quem sabe agora você me amando e eu em outro mundo
quem sabe agora você sinta feridas ai dentro
só não venha reclamar a mim
porque fui forte pra sofrer em silencio
-era o que eu queria
mas não o foi de fato-

não minta pra si mesma como eu faço
essa faca está tão longe de nós dois
e não há nenhum motivo mais pra você me odiar
nem pra me rejeitar como mero colega seu...
Rônaldy Lemos
Enviado por Rônaldy Lemos em 02/08/2006
Código do texto: T207283
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rônaldy Lemos
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 34 anos
1173 textos (70504 leituras)
70 áudios (455 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:50)
Rônaldy Lemos