Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Queixume de Amor


Porque cerras os teus dentes,

Quando minha boca os teus lábios busca?

Quando quero sentir o teu paladar,

estudar a tua fragrância,

Neles desfrutar iguarias,que não existem?



Porque afastas de mim,o teu peito prenho?

Quando nele, me quero aninhar,

numa paixão de entrega, e neles mergulhar,

em rios de prazer e paz?



Ah! Como ardes, que nem vulcão,por vezes

e de outras, te transformas em bloco glaciar,

Onde o calor do meu amor,não consegue penetrar!



Ah! Coração,

porque castigas, controlas e delinias um sentimento,

que é tão livre como a brisa da floresta?

Teimas em criar, um tempo para o Sol nascer em nós,

Ou a deixá-lo entregar-se a Lua!



Quero mandar-te, para o Inferno,

Mas sei que seguir-te-ia,

Para nele me derreter contigo,

Até nos tornarmos numa amálgama indissolúvel!


Mas, Meu Amor, tua imprevisibilidade, assusta-me!!

E não sei se gosto...
Aguarela Matizada
Enviado por Aguarela Matizada em 03/08/2006
Reeditado em 05/06/2010
Código do texto: T208047

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aguarela Matizada
Brisbane - Queensland - Austrália, 57 anos
266 textos (10830 leituras)
8 áudios (206 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:11)
Aguarela Matizada