Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RASCUNHO

Depois de muito tempo tentando
Rabiscando e desenhando as letras
Consegui dar forma a um texto
Que mais parecia do avesso

Triste, melancólico e tedioso

Dessa forma descobri que eu
Não sei cantar o amor alegre
O amor feliz

Só sei rimar a saudade
A falta
A desilusão
O amor perdido
Partido coração

Aquela dor que se sente
Quando não se tem nada para sentir
Mesmo tendo um colo quente
Tem-se necessidade de ser infeliz

Porém não sou desiludida
No amor
Sou até bem sucedida
Tenho meus altos e baixos
Tropeço aqui e levanto lá

Mas o que move minha pena
É a pena de mim mesmo

Mesmo alegre sempre triste
A trovar um amor ausente
Que na verdade está bem presente

Bem mais perto que se imagina

Mas não sei o que me falta
Quem sabe um dia descubra
E preencha o vazio da alma

Então paro de rascunhar
Para escrever de verdade
A beleza que é Amar...
Nina Pagani
Enviado por Nina Pagani em 03/08/2006
Código do texto: T208263
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nina Pagani
Telêmaco Borba - Paraná - Brasil
16 textos (1325 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:58)