Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Cachoeira - Ato I - Cavalo Branco

Debaixo de uma cachoeira jaz os meus desejos...
São devaneios galopantes que outrora cavalguei sem limites
A imaginação ainda apenas é
O meu alvorecer destes anseios
E sempre que amanheço, sonho
Sempre que sonho, pereço...

A realidade que faleço em sono sereno
È a imagem de um cavalo branco
E seu cavaleiro:
Renascidos da batalha que moreço:
O amor e seu encantamento
São ambos, o prazer que minha alma suscita
São delírios em carne que meu corpo faminta

Agora o presente é o paraíso perdido
Que o tempo contempla...
Nesta brevidade somos sonho e realidade
Nossos corpos são templos
Onde o amor e o encantamento
Serás nosso contentamento
As almas serão espíritos alados
Como brancos cavalos...

O cavaleiro que espero,
Sela pelo Amor que tanto zelo...
Ata-me aos seus desejos
E cavalgaremos...
Abraça-me e junto sonharemos !

Nas profundezas de uma cachoeira,
Deleita-se nossos sonhos perfeitos...

__________________________________________________________

Nota:
Continuação deste poema -
A Cachoeira - Ato II - O Cavaleiro
Seção Textos Eróticos - Poesia
Gita Habiba
Enviado por Gita Habiba em 03/08/2006
Código do texto: T208322

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Gita Habiba). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gita Habiba
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 39 anos
305 textos (101463 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:22)
Gita Habiba