Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Se eu partir antes de ver teu rosto

Não temos tempo a perdes, nós somos jovens
Nós não temos mais do que nos arrepender
Pois, nada foi errado, amar não é errado
Oh! Meu amor, por quê chorar por estórias passadas?
Oh! Meu amor, pela primeira vez brigamos
Oh meu amor não sabes como dói um dia sem me chamares de menino
É como se atirassem a mim versos tristes
Onde antes havia o meu sobrenome
E como trocar uma possibilidade por um destino

Onde é que você se esconde? Não é fácil
Como é que de ti guardo um segredo!?
E por quê que quando digo coisas importantes
E insisto em te chamar de “meu amor”?
Oh meu amor, pois tu és a coisa que mais prezo
Às vezes trato-te menina-mulher, te mimo
Como se criança fosses
Pois é de comparar-se à infância
A paz e a alegria que teu coração me trouxe

Eu me sinto sim, seguro com você
Gosto da rede de sua prosa
E de que sejas meu alvo pleno, minha rosa
Saiba de uma coisa oh amor
Prefiro tuas palavras simples
Que são pesadas de sentimentos
Do quê poemas quilométricos e vazios
Facilmente levados ao vento

Eu não tenho de perto o teu calor oh anjo
Eu não tenho e nunca quero
Ter a segurança e o marasmo de um amor estático
Prefiro perder-te a toda hora
Prefiro ganhar-te ao mesmo tempo
Mas, que eu não fique sem segurar tuas mãos quentes
Por mais de dois segundos,enormes segundos
Sei, não sei escrever cartas de amor
Como você bem merece
Não faço versos com tanta perfeição
Como as manhãs que encanta e tece

Queria mesmo, é dar-te o que quiseres
Desde as coisas mais simples, às coisas mais concretas
Desde uma frase curta, uma frase completa
Calor, toque, sentimentos, lágrimas, expressões
Queria também juntar nossos corpos
Já que já se encontra unidos os corações
Se eu partir se ao menos ver teu rosto
Não vá pra onde vou
Pois, depois da vida nada mais existe
Comigo no nada, fique tu anjo a respirar
Pois sem ti o mundo é triste

Se acaso o meu fim vier
Mostrai-vos que não fui Um Grande Poeta
E muito menos fui um Grande Escritor
Mostra a todos que não tive uma grande obra
Mas tive um Grande Amor.
Andrié Silva
Enviado por Andrié Silva em 03/08/2006
Código do texto: T208456

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andrié Keller ( baadermeinhofblues@hotmail.com ) Brasil - http://www.recantodasletras.com.br/autores/andrie). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andrié Silva
Salvador - Bahia - Brasil, 27 anos
912 textos (98494 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:15)
Andrié Silva