Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Epifonema



 
Teu
Corpo
Em mim,
Aberto
Em flor,
Cavalo
À solta
No chão
Do meu
Peito,
Inda
Que só supor,
É nele que
Me deito,
Ou tu no meu
O teu corpo
Deitando,
Que
A ambos
Freme
Um mesmo
Torpor,
No que aqui
Vou deixando.
 
 
Jorge Humberto
(08/09/2003)
Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 05/08/2006
Código do texto: T209758
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 51 anos
2622 textos (66944 leituras)
22 áudios (940 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/06/17 21:26)
Jorge Humberto