Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem faz?

A quem vou cortejar mesmo sabendo que nada vou conseguir?
Quem eu vou colocar nos poemas...só pra ver um sorriso surgir?
A quem eu vou dizer que amo e nunca acreditará?
A quem achas que eu vou elogiar...até esta pedir-me pra parar?

De quem um "obrigado" me inebria tanto?
Quem tem um sorriso mais estimulante?
Quem faz eu jogar a política de lado pra falar de amor?

Quem me faz não rimar "amor" com "dor"? Me faz trocar finais de versos por “flor”...

Quem me faz acreditar que estes olhinhos castanhos dão esperança a cada dia nascido...
Quem me faz pensar que o dia só é seguro quando ela está acordada?
Por isso sinto medo quando acordo mais cedo que tu, e penso:"Será que tu já acordaste meu amor?"
Quem vai rir da minha cara e eu ficar a adorar?
Quem me faz não ter medo de morrer antes de a beijar?

Quem me deixa raras vezes irritado....e mesmo emburrado eu volto pedindo perdão?
Quem me faz sentir bem com palavras poucas e tão curtas...?
Sei que são sempre cheias de verdade.
Quem merece tanto amor?

Só você me deixa com os olhos raso de lágrimas
Pena que nunca faço o tanto que mereces
Lágrimas não são de tristeza
Não a ponto de escorrerem pelas bochechas
mas, ficam querendo livrar dos meus olhos...

Se cai uma, eu finjo que não é nada...limpo, disfarço..
Quem diz que minhas palavras improvisadas são bonitas?
Bonito é teu sorriso.
Quem me deixa repetir sempre a mesma coisa, mesmo que seja verdade, sem me mandar pastar?

Quem me faz esquecer da música que escuto?
Quem faz parecer uma eternidade dois segundos sem me falar?
Quem me faz ser forte, mesmo quando não tenho recursos?
Em quem eu atiro minhas trovas e sempre erro?

Por quem uma palavra que saia errada num poema eu me desespero?
Por quem eu escrevo mensagens enormes?
E... Quem não se irrita de ler?
Ou se não gosta, tem a doçura de não dizer?

Quem faz o molho de pizza mais gostoso?
Quem me faz acreditar que as comidas congeladas ficam melhores quando as como com ela?
E quem tem o “aiaiaiai” é mais bonito?
 E quem entende mais as pequenas coisas do amor como ela?

E quem me chama tão gostosamente de menino?
Ah! quem suporta sem quedar-se, meus apelidos mais estranhos?
A quem, mesmo sem asas, eu chamo de anjo?
Quem sabe mais usar as gírias, quem as torna tão lindas de dizer?

Quem me faz acreditar no meu poder de fogo?
Quem me faz casar mesmo que eu tenha horror a casamento?
Quem me dá uma esperança na candura das palavras e em seguida cai na gargalhada?
Quem faz meu léxico resumir-se apenas a seu nome?

Quem me faz fazer planos pro futuro?
Só quem me dá a segurança de que
As estórias e as trovas não acabem em poucas primaveras.
De que os mais fracos ficam com seu amor mas fortes a vencer as quimeras
Andrié Silva
Enviado por Andrié Silva em 05/08/2006
Código do texto: T209794

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andrié Keller ( baadermeinhofblues@hotmail.com ) Brasil - http://www.recantodasletras.com.br/autores/andrie). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andrié Silva
Salvador - Bahia - Brasil, 27 anos
912 textos (98464 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:39)
Andrié Silva