Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dueto das fadas...


Flanando entre as flores dos campos

Vislumbro as cores do amor-perfeito

Vagando leito do regaço de encantos

Entre silfos falantes versejando dueto...


Com crisálidas enlevadas pelo canto

Do vento que silva embalando peito

Embebedando as gramas no acalanto

Dos frutos e flores vivificando preito...


Do sonhar um poeta que acordado vejo

Descrevendo nas folhas a magia do ver

Libélulas ridas bordam as rimas prevejo

Colorindo, duas fadas o poema escrever...


Flanando linhas ponto e virgulas ao sol

Na primavera que chega, florida e lírica

Que matiza aquarela desse belo arrebol

Sem pensar na dor, do espinho que pica...



“A Poetisa dos Ventos”

Deth Haak

5/8/2006



TRILHAS DE EMOÇÃO & O POEMA E A RAZÃO...
   Denise Sarvegnini                                                                DETH HAAK
    
                                                                                               
Num doce sonho de tantas emoções

Trilharei contigo puros sentimentos

E vamos desfrutar desejos de amor

Desenhados no poema aqui composto




Compraz delírios suplantam paixões

No caminhar argüindo pensamentos

Saboreando o sumo da nobre flor

Matizando linhas marcando suposto...



Palavras dançam em nossos corações

Trazendo sinceros encantamentos...

Tão doces com o mel puro da flor...

Vislumbrados em sorriso no meu rosto



Valsando no verso crivando emoções

Plasmando folhas voláteis sentimentos

Dulcificadas muitas palavras de amor

Alvisserando a alma do poeta disposto...




A mente voa no lirismo das canções

Habitantes perenes dos pensamentos

Elas afugentam resquícios d‘alguma dor

Pelos dissabores do tempo a nós imposto



Flanando asas da lira que muitos lerão

No fluir caudaloso, riachos de intentos

Amenizando as lamurias do sonhador

Que busca poesia remendar o seu roto...




O poema é expressão de belas paixões

Versejadas em rimas e contentamentos

Impressas em telas...Vida de muita cor,

Felicidade, paz, saúde e algum desgosto...




É a estrela solitária que muitos bem dirão

Que brilha nos martírios dos firmamentos

Esboçado na mente inspirando o escultor

Cintila lida, apaziguando a dor do posto....




Denise Severgnini  & Deth Haak

05/08/2006












Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 05/08/2006
Reeditado em 05/08/2006
Código do texto: T209943
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65345 leituras)
50 áudios (9714 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:16)
Deth Haak