Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Arte de Amar

Alguém saberia me explicar direitinho,
Sem qualquer dúvida ou entrelinhas,
Por que, às vezes, nos dói em demasia,
A complicada e tênue arte de amar?
Quem conseguir essa charada decifrar,
Terá nas mãos um enorme tesouro.
E, se for magnânimo e souber compartilhar,
Pode muitas dores de amor abrandar.
Mas, ainda que soframos sem compreendê-lo,
Por que se faz tão necessário amar?
Será um vício desse teimoso coração,
Que insiste em manter-se enamorado?
Não sei a resposta a todas essas questões,
Sequer penso em, um dia, conhecê-la.
Pois sou apenas uma poeta: sonho, logo existo,
E, se amo, é intenso, fere a alma.
Mas, ainda que eu sofra, chore e grite,
Ainda que seja de morte a ferida,
Não deixo de amar, pois amar é viver,
Sentir o sangue correndo nas veias.
Ainda que doa, dilacere e sangre muito
Não posso deixar de amar, de sonhar...
Isso é como a seiva que transborda a vida,
E só assim poderemos nos elevar...

(08/07/2004)
Akasha De Lioncourt
Enviado por Akasha De Lioncourt em 07/08/2006
Reeditado em 07/08/2006
Código do texto: T210834
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Akasha De Lioncourt
São Paulo - São Paulo - Brasil, 45 anos
706 textos (1034627 leituras)
72 áudios (109732 audições)
30 e-livros (56832 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:49)
Akasha De Lioncourt

Site do Escritor