Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Sonho da Sonhadora

É sonho...

Continuar a acreditar
Que um dia passarás para me vir buscar
Porque já não consegues falar
Nada consegues dizer
Tornaste hermético
Distante
Isolado na tua dor
Ou simplesmente alheio
Ao que sinto por ti

É sonho...

Não querer perceber
Que não é um feitiço
É hora da bruxa
Pegar na vassoura e voar
Cansada de mexer o caldeirão dos sonhos
Que fervilha de emoções
Quem sabe é hora de entender
Que deixou de ser princesa
Ou talvez nunca tenha sido
Mais do que uma ilusão fugaz

É sonho...

Continuar a desculpar-te
Assumir que a tua dor é grande
Se a minha também é transcendental
E nunca te abandonei
Ou perdi a esperança

É sonho...

Meu anjo
Porque te cortaram as asas
E estás incapaz de voar na minha direcção
E eu rodopio à tua frente
Com as minhas asas coloridas
Mas de nada vale
O nevoeiro vence a toda a hora
E as minhas cores ficam sombrias

É sonho...

Ter fé que um dia acordarás
E desejarás mais do que o mar
Que terrivelmente colocaste
Entre os nossos corpos
E que vai minando
Consumindo e desgastando
E tu, tão cego não vês

É sonho...

Minha tão amada fantasia
Repleta de simbolismos
De fragmentos de Luz
Que nem a distância evita
Que deposite à tua beira
Para te fazer feliz

É sonho...

Porque neste conto trocamos de papéis
És bela adormecida e esperas um beijo
Mas os meus lábios não quebram
A magia negra que te abraça
Embora eu tente incessantemente
Tu permaneces em repouso
Pela eternidade do tempo
Sereno no teu mundo
Envolto por uma película de resistência
Que nem a química consegue destruir

É sonho...

Imaginar que as histórias de encantar
Têm sempre um duro percurso
Mas um final feliz...
Quem vai escrever o fim desta história?
E o destino das personagens
Está nas mãos de quem?
Quem vai decidir as nossas vidas?

É sonho...

Ficará o príncipe com a princesa?
Ou será que a bruxa vai vencer?
Quando acordarás do sono encantado?
Quem viverá feliz para sempre?

É sonho...

Eu sei
Mas escritor do meu conto, escreve
Escreve o meu sonho
Termina esse rascunho sem luz
Essa telenovela de lágrimas e dores
Os espectadores já não riem
Os artistas estão cansados
É hora de dares à actriz
Oportunidade de sorrir
De continuar a amar
Sonya
Enviado por Sonya em 07/08/2006
Código do texto: T211210
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonya
Portugal, 34 anos
170 textos (17297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:44)
Sonya