Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Águas Mansas



Nessas águas tão mansas,
Que se fazem cristalinas
Reflete-se o pôr-do-sol
Vão acordando os sonhos
De uma menina - mulher,
De uma mulher-menina.

Anunciando o alvorecer
A Lua desponta de mansinho
Trazendo brilho novo na retina
Para a menina - mulher
Para a mulher - menina.

As lembranças são feridas
Aos poucos cicatrizando
Pela chegada do anoitecer
Com as estrelas brilhando.

A lua dos enamorados
Por todos tão conhecida
Faz o Amor deixar de ser
Uma fantasia adormecida.

Lbcl – 10.07.04

Lubispo
Enviado por Lubispo em 08/08/2006
Reeditado em 28/08/2006
Código do texto: T211905
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lubispo
Tapiramutá - Bahia - Brasil, 61 anos
38 textos (1629 leituras)
1 e-livros (18 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:50)