Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRIMEIRA NOITE

               


             Um meigo fascínio de flor
             Com um aroma violento de amor
             Buscando todo esta volúpia de calor
             Queima  as entranhas da alma...
             Um beijo molhado sem calma
             Um despir de todos os medos
             Loucos, dominadores: são gemidos!
             Corpos que se conhecem agora.
             Sonhos são prelúdios da realidade.
             A eternidade do amante... Enamora!
             O primeiro olhar degusta a ansiedade
             Esta noite agora amor de verdade,
             Sem preencher qualquer cadastro.
             Sem expor a necessidade da explicação
             Fazer sexo, amar... Vitimas da emoção
             Entregues aos orgasmos do coração.
             Não dando importância para imposição,
             Que se degenere a moral do pudor.
             É soberano agora este nosso amor!!!
                                     
                                       
                                     
                                       
                                   
Poeta Mario Macedo de Almeida
Enviado por Poeta Mario Macedo de Almeida em 09/08/2006
Reeditado em 13/01/2008
Código do texto: T212299

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Mario Macedo de Almeida
Guarujá - São Paulo - Brasil, 55 anos
676 textos (39565 leituras)
3 áudios (248 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:40)
Poeta Mario Macedo de Almeida