Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Amor Mandou te Apanhar

Não precisa desse jeito feio me olhar.
Se há algo que eu não receio é te amar.
Quando te encontrar, vou mexer assim:
queiras ou não, eu um dia te apanho pra mim.

Tua arrogância nada pode me fazer.
Até que eu gosto desse teu jeito de ser.
Quando vir você, vou mexer assim:
queiras ou não, eu um dia te apanho pra mim.

O teu tipo é o que gosto mais,
são importantes e se vestem bem.
Em geral, lindas e intelectuais,
passam na rua e não olham pra ninguém.

O maior prazer terei em te sacanear.
O meu jeito é outro, porém se o teu não mudar,
queiras ou não, eu não vou te escutar,
pois meu amor mandou te apanhar.
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 09/08/2006
Código do texto: T212344

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6596 textos (144495 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:05)