Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ímpeto


De repente, se fez silêncio
De repente, a boca se calou
De repente, o tímpano não mais vibrou
De repente, o frio adentrou se apossando de minha alma

De repente, o brilho dos olhos
Foram substituídos pelas lágrimas
De repente, o cheiro se evaporou
De repente, o abstrato substitui o concreto

De repente, o tato não mais existiu
De repente, ficou a lembrança, o retrato.
De repente, o coração que saltitava
Agora, apenas pulsa

De repente, nada mais entendi
Nem mesmo porque você teve que partir
Mas, sei que quando menos esperar
De repente, há de voltar
Robert Jorge
Enviado por Robert Jorge em 09/08/2006
Código do texto: T212463
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Robert Jorge
São Paulo - São Paulo - Brasil
120 textos (3920 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:32)