Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O BEIJO

Como sentir o beijo
De quem não se faz presente
Sentir o gosto da bala
Do doceiro que se cala
Mas não se abala, nem mente...

É fato cruel e verdadeiro
Que o cupido, certeiro,
Acerta às vezes sem querer
Transformando a incerteza
Na única coisa certa...
Encontra-se a porta aberta
Mas não pode entrar para ver

Que gosto teria o beijo
E sua real dimensão
Como sentir o desejo
Numa espiral de ilusão
Como desligar os sensores
Das tomadas da emoção

É fato real, e concreto,
Que não se expede decreto
Ao verdadeiro sentimento
Por isso o beijo na boca
Antes de ser fusão
Tem start no coração
Depois explode o momento

O sentimento confunde
Quando um se funde de dois
Resultado do beijo...
E prazer do que vem depois

Que gosto teria o beijo?

Um beijo! Um beijo apenas
E tão somente!
Tão simples, tão fácil
Disponibilizadamente!
Parece, mas não seria!
Mas, enfim,
Que gosto será que teria?!...


Lourenço Oliveira
Enviado por Lourenço Oliveira em 09/08/2006
Reeditado em 18/11/2011
Código do texto: T212812
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lourenço Oliveira
Salesópolis - São Paulo - Brasil
1277 textos (109632 leituras)
23 e-livros (1394 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:14)
Lourenço Oliveira