Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Serpente do Deserto

Teus olhos me rastreiam porque me serpenteia
Tão penetrante é o seu fascínio, que me sedento...
Meu corpo seca, minha alma resseca em te querer
Sou deserto e você, a miragem que não quer me esquecer

Tua boca não me nega, tua língua hipnotiza
Teus dons são armadilhas que encanto e pereço
Teu veneno é tudo o que mereço

Danço pra ti para que cultue o prazer
De seduzir com o poder de me ter
Vens, sorrateiro deus da sedução...

Imagine minhas mãos te desejando,
Esfregando a própria carne pensando em você
Minha ânsia contorce o ventre e...
Gemendo estás, aquela boca que sussurra o gozo.

Ahh...
Tens de mim admiração, comoção e devoção
Teu silêncio chacoalha os meus sentidos e
Inquieta minhas vontades sem deixar vestígios.
Vertigem és tu, deus do meu bem querer...
Gita Habiba
Enviado por Gita Habiba em 10/08/2006
Código do texto: T213326

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Gita Habiba). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gita Habiba
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 39 anos
305 textos (101406 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:27)
Gita Habiba