Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É assim que chego à lua


 
 
É assim que chego à lua,
seu corpo, sua boca, sua pele nua,
abraçando-me, indica caminhos que não conhecia,
desliza sobre mim e já não sei mais
dos nós desfeitos, do gozo, da paz...
 
 
Sou seu meio, você, meu inteiro,
unos, amantes, verdadeiros,
mais de mim no tudo que sempre me traz,
o prazer, escrevemos aos poucos,
nos atos que marcam os hoje(s) que não deixamos acabar.
 
 
Entre um gozo e outro, muito de nós,
Sonhos, conceitos, crenças, carências,
desenhamos nossos corpos no nu de uma noite qualquer,
saboreamos do néctar  da vida que fazemos jorrar
nas madrugadas acordadas em desejo de simplesmente amar.
 
 
E assim nos amamos,
nas noites que criamos ou nos dias onde renascemos em sol,
nas conversas que nossas ruas escondem
ou nos cafés que não deixamos faltar,
mergulho inteira nesse rio onde  inteiro me espera,
é assim que chego ao que somos,
amor...
 
 
01/08/2006

Aisha
Enviado por Aisha em 11/08/2006
Código do texto: T214043
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aisha
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 50 anos
791 textos (35176 leituras)
1 e-livros (57 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:12)
Aisha