Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESPISTE-ME LENTAMENTE...

Despiste-me lentamente, primeiro
Com o olhar matreiro, depois
Tuas mãos rasgaram-me as roupas de sonho
Vestes profanas das quais fui quedando-me
Até sentir-me nua...
Teu corpo colado ao meu, foi força
Alavanca de amor que tateou meus desejos
Rompi as barreiras de sanidade, deixei
De ser eu, imersa na tua vontade
De ser feliz
Fui feliz contigo na fusão de corpos e almas
De cenas calmas ou desordens atômicas
Procuramos o caminho do ser, vagarosamente
Pois mais do que ter, é preciso viver

Despiste-me lentamente...
E eu me fiz feliz em ti!
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 11/08/2006
Código do texto: T214169

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916764 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:19)
Denise Severgnini