Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sentença de amor

Quando t’ ocultas em teu sonho radiosamente noturno
e teu calor raia em meu corpo mudament’adormecido,
cresce a noite,dentr'anelos dos encantos florescendo,
deitas sobre mim teu vulto exalando incenso soberano!

Enquanto t’ausentas enlevado nos sonhos navegando,
sint'estremecido teu respirar ofegant'a minha busca,
como lua e oceano em matrimônio, na bravia borrasca,
que s’apalpam e jamais se afastam na noite,sonhando!

Acordarás, acordaremos! Nosso amanhã sorrisos será
na cor d’alvorada crepuscular rebentando lentamente;
do sonh’ amarrados traremos a fragrância da quimera,

frondejando vidas ungidas,que das carícias se nutrem,
como réu celestial de sentença condenado eternamente,
a cumprir dulcíssima pena de almas que se pertencem!

Santos-SP-12/08/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 12/08/2006
Código do texto: T214476
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23415 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:12)
Inês Marucci